Arquivo por Autor

Espaço em desenvolvimento

Prezados amigos.

Estamos trabalhando, exerça sua cidadania conosco.

Politica pode ser feita fora dos partidos politicos. Seja neutro e comente, de sua opinião sobre os temas, estão na midia e vale a pena você participar.

Temas polemicos serão discutidos nesse espaço, por exemplo:

1-Lei da “homofobia”

2- Projeto de Lei visando heterofobia (Cultura natural do genero que não pode ser ignorada por gays deputados(as), senadores(as) e pelo poder maior; Presidente(a) da nossa republica).

3- Direito de gestantes, idosos e deficientes fisicos; ignorado pelo poder publico municipal, estadual e federal (rodovias, transporte publico, acesso em geral, bancos e super-mercados, outros).

4- Direito da mulher casada (Projeto de Lei que vise aposentadoria compulsoria à mulher com mais de 25 anos de casamento (DIREITO DE FAMILIA).

5- Direito de segurança para com atos culturais (Apesar de constarem na CF. Art. 5º, não são observados por aqueles que propõem mudanças de cultura para com milenar direito absolvido (Direito dos homossexuais como seres humanos, observados direitos dos heterossexuais no mesmo campo generativo e cultura humana transcendental)).

6- Direito de aquisição de ciencia auto-ditada colocada a prova e exercicio de ciencia adquirida em prol do ser humano.

7- Projeto de Lei que viabilize curso academico em todas as areas de ciencias humanas, inclusive ciencias juridicas (Advocacia). Nota: Observados conhecimentos adquiridos por cidadãos, é fato que esses estão fora das academias por falta de tempo ou de espaço. A OAB deve discutir o direitos desses, pois são, advogados (Rabios) que atuam. Facilitar o acesso é, facilitar ao ser humano o direito de assistencia juridica indispensavel ao exercicio de sua cidadania e ao mesmo tempo, qualitar por experiencia adquirida a profissão do advogado(a), discutido e depreciado ha tempo.

8-Projeto de Lei que delimite o associativismo pleno, inclusive na area de segurança publica. Nota: O Associativismo brasileiro esta limitado por uma legislação que; ” demonstrando politicamente vontade de livre associação e liberdade de atuação”, atua por Lei de Jerson. O Associativismo esta limitado ao parecer deste ou daquele para SER, quando, este ou aquele não é o que perece SER. No entanto, se precisamos se livrar de monopólios politicos, precisamos SER, ou seja; objetivo definido sem intervenção do governo, sem compor com  as atividades administrativas de governo, principalmente as internacionais. 

9-Projeto de Lei que obrigue homossexuais serem identificados em carteira de identidade quanto ao genero distinto. Nota: Dizer que é homossexual sem identificação de genero não tipifica crime em Lei de homofobia. Na minha opinião essa Lei é incontitucional por; tipificar crime contra alguem sem genero tipificado em documento oficial.

10-Projeto de Lei que:

a) Obrigue ao Estado contratar e locar defensor publico concursado para todas as Delegacias do seu território administrativo. Nota: Esta ação tem um custo muito, mais muito menor que; atuar sem compromisso com procedimentos e soltar por não ter observado direitos primarios do cidadão e cito, sic; Atuar, demonstrar à promotoria publica, demonstrado ao Juiz, Manisfestado a “defesa”, solto. Pagou o contribuinte o que não contratou, não pode ser a sociedade injusta por incapacidade de planejamento do Estado.

11- Legislação suplementar ao ECA (Estatuto da criança e do adolescente) que vise; avaliação meio habitat/sociedade do menor infrator. Não podemos entender como criança assistida uma criança que; ensina outra criança matar pessoas, ladrar vidas. Absurdo filosófico, incomprendido pela razão de SER humano dependente.

12 – Lei Maria da Penha:

Objetivo de Lei, razão de sua existencia na sociedade brasileira; prima a nobre Lei pela defesa da mulher:

a) Mulher; conciencia e cultura na sociedade brasileira.

b) Mulher; distinção e atribuições na sociedade contemporanea.

c) Mulher; condição e dependencia em relação ao genero distinto (homem).

d) Mulher; Assistencia geral como genero e atribuições no lar.

e) Mulher; Do lar – dependente e atribuida de valores patrios (familia).

f) Mulher; Defesa e representação em delegacia propria (Projeto de Lei – Delegacia especialissima). Nota: Pra exercer função nessas delegacias o servidor deverá SER: Absolutamente exemplar nos seus valores para com a sociedade contemporanea, por diapasão; Casado(a) (CC), exemplo indicativo de familia, neutro e, se obrigando se escrivão em detalhes sobre a situação para orgão superior, indiferença à suposta denuncia; deve se apor à qualquer ensaio psicologico do agente denunciante – dependente de prévia investigação de departamento competente; investigadores(as) de estimada conduta familiar.

g) Mulher casada; direito especialissimo adquirido, não pode ser convertido, sequer absolvido por denuncia contra ela, senão por delito praticado (CP).

h) Mulher; Distinção da qualidade de SER; esposa, namorada, amante ou similar entendido. Nota: Não pode ser por LEI, atribuido valores de familia se: O agente vitimado pertence aos grupos de risco socialmente reconhecidos (bares, boates e costumes não reconhecidos como proprios da mulher; mãe e responsavel pelo desenvolvimento de filhos(as)).

i) Mulher; Do lar – reconhecimento da sociedade em todos os setores por sua atribuição e contribuição para com a federação pertencente. Deter direito especialissimo por SER; elemento de atribuição natural para evolução da sociedade humana.

j) Mulher; reconhecimento publico da sua condição de mãe, alimentadora, ajudadora da sociedade como todo.

l) Da dependencia da mulher:

1- Mulher; independente do marido ser ou não ser aposentado; por condição auxilio pós 25 anos de casamento; um salario minimo vigente por pagamento por suas atribuições e prestimos involuntarios ao País.

2-Mulher mãe; Direito de assistencia absoluta por parte do Estado em sua condição de MÃE; assistencia gratuita em qualquer esfera do conhecimento ou intelectualidade humana.

3- Homem, mulher ausente; por qualquer motivo seja dado o mesmo direito de mulher ao homem que, por ausencia do genero ajudador tenha para ele, os mesmos prestimos natural do genero oposto.

o- Segurança publica:

a) Policiamento de bairro; Projeto de lei/LEI que autorize ONG para exercicio da atividade de inteligencia em prol de direito difuso da sociedade; segurança em geral. Braço de investigação e argumentos para compor em nivel:

1) Nomeação mesmo que por direito adquirido em concurso de Pms, agentes de policia, investigadores e delegados que, por mapa de atuação tenha conhecimento de conduta não condizente com o exercicio da profissão. Nota: Objetivo; qualitar o exercicio de policia da sociedade em geral.

2-Braço de justiça com direito de compor; formas em nivel de planejamento do exercicio de policia por mapa de atuação.

3-Braço de justiça; direito de indicar momento e local de delito de forma especialissima em orgão fora da Policia – Propor e participar de atos contra a LEI de forma sigilosa.

4-Atuação de delegacias de policia de outros municipios em forma sigilosa dentro do mapa de atuação da ONG; legislação especialissima. 

p)- Outras que você usuário desse espaço entenda que por aqui deva ser descutido.

Nota geral:

Recebi 9586 e-mail de leitores e seguidores desse blog.

Não quero por terceiros me candidatar para cargo nenhum, respeito aos/aqueles que me convidaram para exercio de atividade na esfera publica. Não entendo por momento, agradeço. Defendo em tese que nossa sociedade sofre ataques que ao meu ver pode ser degenerativo e complicador para sociedade futura. Como Pai de familia atuo, nada mais; Cristão sou, nada mais. Proponho mudanças? – Não;

Na verdade, quero que se cumpra e se comprometam com o agora existente. Me reservo no direito de lutar e manter oque como parte do todo de uma sociedade me sinto. Tenho amigos em todas as esferas do poder da Republica, sou simples, de familia simples e, não me dou ao direito de cobrar de quem pode e não tem ferramenta para fazer nada complexo.

Sinto por isso;

Tenho preparado esse blog, pesquisado e dedicado tempo que não tenho aos muitos dizeres qual espaço me é dado. Convite faço para todos como eu; se apresente e comentem oque nesse espaço será discutido. Muitos politicos visam o poder de forma academica, outros porem, do poder POVO encontram sutentação e, para esses esse espaço. Debrucem nesse laboratório de POVO, usem e abusem da nossa forma de ser, no entanto, quando abusar não se esqueça que;  Aqueles que da poder tambem pode tirar o poder que deu. Questão de Republica, falou CICERO; entendo eu.

Vamos lutar para manter ou melhorar.

Obrigado

____________

FPN/Que a paz esteja entre nós